Menù Who We Are Message Explanation Womanism Home Page



UM NEO/WOMANISM?

Gostaríamos de encontrar uma palavra... Algo que presentemente não existe... E, no entanto, existe esse algo que tem o significado desta palavra que não existe.
Mas se Não têm um nome, como fazemos para nomear esse algo, para falar dele e para defini-lo?... Talvez a palavra não exista porque este algo ninguém nunca o nomeia.
Mas como é que sentimos cada vez mais a necessidade de pronunciá-lo? E onde encontrar aquela palavra da qual muitos de nós, no léxico português e internacional, sentimos tanto a falta?

Talvez possamos utilizar um termo como NEO/WOMANISM...? Ou talvez diretamente WOMANISM, mas ampliando-o substancialmente no que respeita à sua aceção original...?

E isto, não certamente para desvirtuar o sentido mediante um emprego incorreto, mas para tentar atualizá-lo afirmando, apesar das diferenças, uma aliança mais ampla entre as mulheres. Uma aliança que quer ser verdadeiramente capaz de transpor as barreiras raciais e culturais.

Capaz (como este termo pretendia de início) de incluir também os homens: neste caso mas (independentemente das raças) desde que decididos a rejeitarem o antagonismo sexista a fim de tentarem uma verdadeira frente comum com as mulheres.

Porque é que nos agrada o womanism? Porque é uma palavra maravilhosa; mas também porque evoca, levando-o ao coração do feminismo, todo o alcance do entrelaçado entre opressões sociais e discriminações de género.
Uma interpretação linguística forçada? Talvez... mas não custa nada sonhar.

Sonhar que este termo, com o seu belo som e todas as simbologias que encerra, possa contorcer-se um pouco, distender-se e re/transformar-se. Até incluir uma espécie de correspondente positivo, no feminino, ao termo igualmente positivo de HUMANISMO. Por exemplo, sonhar de ver um dia ser atribuída uma definição assim, num dicionário atualizado:

womanism  ['uma'n'izm]   s.m. 1 sm, termo criado nos anos oitenta do século XX pela escritora e teórica Alice Walker para definir o 'feminismo terceiro mundista americano', em contraste com o 'feminino branco ocidental', bem como a condição da feminista de cor, empregue simultaneamente em ambas as frentes das descriminações de sexos e raciais. 2 sm, t. Posteriormente adotado pelo movimento cultural do século XXI tendente a reavaliar a figura da mulher e os valores especificamente femininos, em contraste com o denegrimento destes infligido por obra da cultura patriarcal socialmente predominante. 3 sm, tendência para valorizar o papel da mulher a fim de obter o respeito e a colaboração entre os sexos, o reequilíbrio das relações entre os povos, a convivência sustentável entre a humanidade e o sistema planetário. 4 sm, por extensão o interesse por qualquer expressão da figura feminina e por todos os significados mitológicos e simbólicos relacionados.

A todas as mulheres do mundo, e aos homens, para uma reflexão comum,
de um grupo de mulheres italianas, 8 de março de 2012


Home Page    Message    Explanation    Womanism    Who we are